segunda-feira, 24 de abril de 2017

Sistemistas: Quanto a gente perderia com esse acordo que a direção do sindicato quer nos empurrar

Fizemos as contas de quanto a gente perderia com essa proposta que foi rejeitada por nós trabalhadores.
Na tabela abaixo foi somado o PPR + abono, e foi diminuído a perda salarial se não tivermos o reajuste da inflação. Veja como eles querem tirar nosso dinheiro:

Um trabalhador que ganha R$ 2.100 de salário bruto (sem os descontos) perderia esse mês R$ 96,00 no salário, ao final de 1 ano perderia aproximadamente R$ 1.152,00. Isso sem contar a inflação desse mês em diante, e que a partir de 2019 não teria mais abono.
E isso de fazer acordo pra 3 anos, é um golpe pra impedir que a gente possa negociar acordos melhores nos próximos anos.
O resultado é que mesmo o PPR aumentando a gente estaria ganhando menos do que a gente ganhava há 3 anos atrás.

O reajuste da inflação deveria ser a cada mês! Pois as contas a gente paga a cada mês. Estamos trabalhando por 3 ou 4 e estamos recebendo só 1 salário miserável.
O faturamento da GM e das Sistemistas hoje é o mesmo de quando vendiam 330 mil carros, poderiam dobrar nossos salários que ainda assim os lucros seriam gigantescos.
Não podemos esquecer que nós produzimos 66% dos carros da Chevrolet em Gravataí. E o ônix é o carro mais vendido e o prisma é o sedã mais vendido do Brasil.


O SINDICATO DEVE ESTAR

NAS MÃOS DOS TRABALHADORES

Entra ano e sai ano e a gente vê sempre a mesma coisa, a direção do sindicato fazendo acordos retirando nossos direitos, ajudando as empresas a tirar dinheiro do nosso bolso! Eles dizem que retiram direitos nossos pra evitar que tenha demissão, mas é tudo MENTIRA, pois as demissões não param e o ritmo da linha de montagem só aumenta.
A Oposição Metalúrgica é formada por trabalhadores do chão de fábrica que estão se juntando e se organizando para tirar esses baba-ovo das empresas que hoje estão no sindicato.
Não tem outro jeito, enquanto esses pelegos estiverem na direção do sindicato sempre vão fazer acordos que prejudicam o peão e beneficia o patrão.
Converse com seus colegas e venha ajudar a Oposição Metalúrgica a mudar essa situação. Unidos somos fortes e podemos fazer a diferença!

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.