sábado, 15 de agosto de 2015

Campanha Salarial: sindicato quer negociar reajuste MENOR que a inflação!

11/08/2015

A direção que está hoje no Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí segue defendendo os interesses das empresas. Começaram a Campanha Salarial de 2015 com o rabo entre as pernas, nem sua assembléia de faz de conta nem seu jornal falam nada sobre o mais importante para nós - o valor do reajuste, e nos corredores falam em 10%!!

Na verdade, o sindicato nem tem proposta de aumento, como de costume, eles vão aceitar o que os patrões quiserem! Já faz meses que pagamos mais por luz, água, aluguel, cesta básica, gasolina etc. A inflação já está em 11,37% na região metropolitana ou seja, não vai existir aumento real. E essas migalhas que nem repõem a inflação, ainda vão vir em duas parcelas: quando recebermos a segunda os preços já terão aumentado de novo e estaremos mais endividados.

As empresas demitem e não aumentam o salário porque dizem que estão em crise. O estado está cortando direitos para salvar as empresas da crise. O sindicato diz que temos que aceitar qualquer coisa para não ficarmos desempregados. Mas que crise é esta se a GM, por exemplo, 302% a mais nos últimos 3 meses???

Essa é a realidade das empresas de Gravataí: se demitem de um lado contratam de outro. Se fecham uma linha aqui, abrem outra lá. Eles estão festejando os lucros que só tiram do nosso trabalho e usam esse discursinho de crise para demitir e contratar trabalhadores com salários menores e terceirizados em piores condições de trabalho.

Nessa hora não adianta ter medo e nem baixar a cabeça. A melhor maneira de nos defender é avançar na luta por nenhum direito a menos e por aumento real. Assim como na Usiminas-MG os trabalhadores organizados com a Intersindical votaram contra a proposta da empresa de reduzir em 15% os salários, nós aqui também podemos nos organizar para derrubar a direção pelega deste sindicato que fica defendendo o patrão. Vamos fazer um sindicato dos trabalhadores nos organizando para lutar, porque é a única forma de defender nossos direitos e nossos interesses. Entre em contato com a Oposição Sindical Metalúrgica.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

10 comentários:

  1. Os pelegos do sindicato não tão nem aí pro reajuste

    ResponderExcluir
  2. No mínimo 12% de rejuste já.
    Mas Os pelego tao tudo fechado com os patrao. Infelizmente

    ResponderExcluir
  3. Segundo meu amigo André da Digicon lá é onde tu aprende a ser escravo das patronagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior de tudo é o micro-salário que eles pagam lá e a comida que eles dão lá que não se dá nem pra cachorro.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Os pelegos que estão no Sindicato da nossa categoria estão enrolando pra fechar o dissídio, e ainda por cima não disseram quanto estão negociando de dissídio...
      É o Sindicato dos Metalúrgicos que faz essa negociação, por isso que a Oposição Metalúrgica está lutando para tirar esses pelegos do Sindicato. O sindicato deve representar os interesses dos metalúrgicos não dos patrões

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.