terça-feira, 29 de maio de 2012

Südmetal - maio de 2012.

Estamos num momento de transição final da Fundição
 Becker para o Grupo Südmetal, que já vem se
desenrolando há tempos.

Como diz o ditado, “nada está tão ruim que não possa
 piorar” e o quadro que se apresenta, com a ampliação
da planta, é o de aumento do ritmo de trabalho, da
exploração, dos acidentes e doenças ocupacionais.

Temos que estar preparados para enfrentar isto.


Contatos: 9237 2964 /
8253 2991 /  9137 4567 /
9836 2206 / 8567 7292

Toda Sexta das 17 às 19 horas
sintonize na 87,9 FM e ouça o
Território Nacional ou acesse no
www.integraçãoradiofm.com.br


ELEIÇÕES PARA CIPA.

No mês de maio vão se realizar as eleições para a CIPA na
Südmetal. É neste momento que o trabalhador fará a escolha
 do rumo que vamos tomar, ou seja, quem escolheremos para
 nos representar. Se vão ser aqueles que nos defendem dos
 ataques e artimanhas do patrão ou os que simplesmente se
 omitem ou ainda os que chegam ao cúmulo de apoiar a
empresa.

O trabalhador tem que escolher outro trabalhador que seja
 comprometido com a nossa causa e ponto final. Não se pode
 dar brecha pro patrão porque a CIPA é o nosso instrumento.

ASSÉDIO MORAL A CIPEIROS.

 As chefias têm praticado assédio moral contra cipeiros na
 fábrica, excluindo alguns de suas funções, suas atribuições
 profissionais. Isso caracteriza assédio moral, pois constrange
 os companheiros frente aos colegas, como se eles  não
exercessem suas atividades, quando de fato, é a empresa que
 não quer vê-los atuando em seus setores.

ASSÉDIO MORAL A CIPEIROS.

A Südmetal aumenta seu lucro na base da exploração
desumana nas condições de trabalho e da pressão em cima de
 pressão.

A fábrica é um multiplicador de acidentes e doenças do
 trabalho. Investimento em infraestrutura e tecnologia
(ventiladores, exaustão e higiene), bem como em salários
(qualidade de vida) também, não são prioridades.

A empresa quer aumentar seu lucro a qualquer custo, como
fez recentemente ao tentar terceirizar o produto final, mas
encontrou nossa resistência através de alguns cipeiros
comprometidos com os trabalhadores.

Eles são uma pedra no sapato dos chefetes e puxa-sacos, que
não passam de capachos do patrão.


 PARTICIPAÇÃO DA SEGURANÇA DO TRABALHO.

Quando ouvimos a palavra segurança deveríamos nos sentir
 protegidos. Não é o que acontece no Grupo Südmetal onde a
 Segurança do Trabalho tem o papel de proteger a empresa da
 sujeira que ela mesma pratica dentro da fábrica, ao invés de
 cuidar da segurança do maquinário, que não falte EPI, dar
suporte para o trabalhador ter dignidade em seu local de
trabalho.

Ao invés disso vive de aplicar advertências e enviar capachos
 para testemunhar contra os trabalhadores nas audiências de
 ações trabalhistas. Deixa de exercer as atividades com as
quais deveria tratar e se preocupar de verdade, que é a 
segurança do trabalhador.



SAÚDE DO TRABALHADOR.

A empresa tem se resguardado e negado a emissão de CAT
(Comunicação de Acidente de Trabalho) nos casos de doenças
originadas do trabalho e até mesmo nos acidentes, que ficam
 sem registro.

Esta é uma “malandragem porca”(aquela que deixa rabo!)
 que a empresa através do seu “médico do trabalho” e da
“segurança do trabalho” estão utilizando para tentar limpar
a barra da empresa na questão da saúde do trabalhador,
privando-o de seu direito ao benefício B91 junto ao INSS,
como a estabilidade de 1 ano após o retorno à função e
recolhimento de FGTS durante o período de afastamento.

Tem profissionais que se prestam a varrer a sujeira para
debaixo do tapete, tentando ocultar a realidade.

Mas o trabalhador que for lesado por esses elementos deve
procurar seus direitos, inclusive denunciando ao Ministério
Público do Trabalho e ao Conselho de Medicina(CREMERS)
 para mostrar de vez que o trabalhador não é bagaço de
laranja para ser jogado no lixo depois de exaurido.

Vamos impor respeito!

Você sabia que...

    ... Para mudar a direção do sindicato e fazer com que ele finalmente esteja a serviço dos metalúrgicos, você precisa ser sócio da entidade e não simplesmente estar trabalhando nas fábricas de Gravataí?

    Então, está na hora de transformar nossa revolta em atitude, seja sócio e participe das futuras eleições sindicais.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.