sábado, 13 de março de 2010

DIGICON / PERTO

AUMENTO SALARIAL JÁ!

Enquanto o patrão enche a guaiaca de dinheiro o peão fica penando com os míseros centavos que restam de suas obrigações familiares, pois o salário é tão ruim que não sobra nem para entretenimento com seus filhos.

Está na hora do patrão ser pressionado contra o arrocho salarial, pois dinheiro eles têm, o que falta é na fábrica começarmos a pressão.

Cada cofre sai em média R$ 40.000 e cada caixa eletrônico R$ 20.000,isso significa que eles estão lucrando e muito a nossas custas. Quantas peças além dessas máquinas nós fabricamos aqui e não temos nenhum reconhecimento. Nem a PLR é levada a sério pela empresa que não realiza as eleições como deveria, pois só é candidato à comissão, quem o RH indicar. Também não comunica a que pé andam as propostas de pagamento da PLR. Claro que a proposta da empresa é enrolar os trabalhadores o quanto der para poder lucrar ainda mais.

Além disso, a direção do sindicato finge que coordena o processo do PLR com a empresa, aceitando o critério estabelecido pelo RH de boicotar a participação dos trabalhadores de fábrica no processo eleitoral para formação da comissão. É pior que omissão, é conivência.




CADÊ A PARTICIPAÇÃO DOS LUCROS?

Já se passaram meses e não há nenhuma discussão de participação dos lucros aqui na Digicon/Perto. Aliás o próprio Sindicato distribuiu um boletim sobre a PPR da Digicon/Perto em Agosto que não passou por aqui e sim, em outras fábricas, ou seja , falando de um assunto que nos interessa, mas em locais que não tem nada a ver conosco.

Provavelmente porque a comissão de negociação é composta por colegas dos setores de VENDAS,PCP,ENGª E COMPRAS, sem nenhum companheiro(A) do chão de fábrica.

Além disso, a diretoria do Sindicato relatou no tal boletim que:
”O SINDICATO IRÁ DESENVOLVER UM PROCESSO SISTEMÁTICO DE INFORMAÇÃO AOS TRABALHADORES DURANTE TODA A NEGOCIAÇÃO”.

Nós só queremos saber onde está esse processo de informação que nenhum trabalhador da Digicon/Perto sabe de nada, já que somente houve uma comunicação do RH que o PPR será de no máximo R$ 400,00 mas com um detalhe: que o trabalhador não pode ter atestado, faltas e ausência por estar com auxilio do INSS. Portanto, o patrão inventa para não pagar tal mixaria.
Exigimos um PPR decente para os trabalhadores da Digicon/Perto, que seja realmente relacionado com os grandes lucros que a empresa vem acumulando.

Quando é para produzir e gerar a riqueza o trabalhador é chamado de COLABORADOR, mas na hora de dividir os valores conquistados passamos a ser INCONVENIENTES.

O patrão só entende a linguagem do dinheiro, portanto vamos nos prepara para fazer doer no bolso dele se continuar a insistir em sua postura MESQUINHA.






EQUIPARAÇÃO SALARIAL NO SETOR DE SOLDA E OUTROS!

Chega a ser cômico o que o gerente de produção faz na área de solda: simplesmente ele coloca alguns companheiros novos ganhando um salário muito maior e ignora os que já estavam realizando o trabalho há muito tempo.

Significa que os que seguraram o rojão há tempos dentro da fábrica não estão sendo valorizados por esse camarada ,ALÉM DAS OUTRA PESSOAS QUE SÃO OPERADORES DE MÁQUINAS QUE ESTÃO COM SALÁRIOS DIFERENCIADOS. A panela de pressão vai EXPLODIR e com a ajuda das trapalhadas administrativas.


Queremos equiparação salarial, sem lero-lero, pois quem produz quer ser valorizado.




ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES OU DO PATRÃO?

Não pode se dizer que um local onde se paga uma mensalidade de R$ 7,00 no contra cheque e mais as taxas de aluguel para festas de R$ 300,00 , R$ 25,00 e R$ 30,00 p/ não sócio(quadra de futsal), seja do trabalhador. Ainda mais com eleições que são de portas fechadas e uma copa terceirizada.

Queremos uma associação que seja realmente dos trabalhadores e não do Patrão, que faz suas vontades e não consulta ninguém. Queremos democracia no espaço de entretenimento do trabalhador.







O BIG BROTHER DO PATRÃO CONTINUA!


Para tirar as câmeras de vigilância que estão dentro da fábrica os trabalhadores terão que dizer CHEGA DE ASSÉDIO MORAL! Não podemos aceitar a balela de que essas câmeras são para segurança patrimonial, pois se elas estivessem fora da fábrica até poderia ser, mas na produção só tem um objetivo: controlar todo o processo fabril e a tua vida.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.