terça-feira, 4 de agosto de 2009

Os trabalhadores não vão pagar pela crise!




Paralisações do dia 1º de abril de 2009 da Honda, Toyota, Samsung-Costech-Cellcomm em defesa do emprego, de salário e direitos.

_


Em todo o mundo, os trabalhadores estão se organizando para enfrentar os efeitos da crise e as tentativas de empresários e governos de jogarem nas costas dos trabalhadores o preço da crise.

No mundo todo, os patrões se aproveitam deste momento para tentar retirar direitos e reduzir salários.Mas também no mundo todo, os trabalhadores estão organizando a resistência. Na França, já está sendo deflagrada a terceira greve geral.

Aqui no Brasil, teve início nesta semana, uma série de mobilizações por todo o país.



(Clique na imagem abaixo e ssista o vídeo no Youtube)



Na nossa região, o dia 1º de abril foi marcado por paralisaçãos em importantes empresas, como a Honda (e LSL), Samsung, Costech, Cellcomm e Toyota (paralisação de três horas na produção do 1º turno). No total, 9 mil trabalhadores entenderam a importância da organização neste momento e paralisaram a produção, mostrando aos patrões que não aceitaremos pagar o preço da crise que foi criada por eles.

Na paralisação da Samsung, os trabalhadores aprovaram em assembléia uma passeata até a Rodovia Dom Pedro I, que ficou parada por cerca de 10 minutos.




Texto e vídeo extraídos do site do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas e Região no estado de São paulo.




_


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Este BLOG está a serviço da resistência sindical metalúrgica na cidade de Gravataí na Região Metropolitana de Porto Alegre.
    Aqui serão postados tópicos cujas origens serão a internet e, principalmente, textos e notícias publicadas no Jornal Operário local.
    Boa leitura e contribua com comentários, por favor, para ajudar a nos manter em nosso caminho: o da luta pela dignidade negada a Classe Trabalhadora no Brasil!
    Obrigado.

    ResponderExcluir

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.