sexta-feira, 17 de julho de 2009

O DISCURSO QUE NÃO HAVERÁ DEMISSÕES EM GRAVATAÍ É PARA GANHAR TEMPO!

_
GM COMEÇA A DEMITIR POR CONTA DA CRISE DOS EMPRESÁRIOS!

Não demorou muito e a GM começou sua tática de demissões nos complexos de São José dos Campos e São Caetano, os trabalhadores estão apreensivos e com incertezas do futuro, mas não terá outra saída para nós senão a nossa organização por dentro da fabrica e nossa luta contra as demissões, em São Jose dos Campos os trabalhadores já se mobilizaram e paralisaram os turnos como pressão contra as demissões, não podemos cair na armadilha que a patronal nos coloca como alternativa : flexibilizar a jornada e direitos.

Não fizemos essa crise e ficar esperando pelo movimento do Mercado como fala o diretor da GM também será nossa derrota, os trabalhadores não poderão pagar por conta da crise, aqui em Gravataí também já começaram as demissões ,nos turnos da noite muitos companheiros já foram demitidos, mais do que nos outros meses e a expectativa de fechamento de turnos é real ,não podemos ficar somente no discurso , o Sindicato dos Metalúrgicos tem que se posicionar a favor dos trabalhadores, sem Banco de Horas, sem redução de jornadas com redução de salários e qualquer outro artifício dos patrões para retirar direitos.

Para isso, o Sindicato deve realizar paralisação nas fábricas do Município e discutir o problema com os trabalhadores, não deve aceitar a pressão que vem da patronal, é hora de ter firmeza e ficar do lado do trabalhador.

O Diretor da GM está indo para imprensa dizendo que não haverá demissões na planta de Gravataí, mas ao mesmo tempo, ele diz que isso se deve ao MERCADO, onde as vendas do CELTA e PRISMA continuam bem, devido a redução de impostos.
O problema é que eles acham que os Metalúrgicos não olham as notícias, porque se os empregos estão dependendo do mercado, isso significa, que logo estaremos com os postos de trabalho extintos, pois quem ainda continuará a comprar carro com uma crise que se apresenta com muita profundidade.
Nós trabalhadores não podemos perder tempo, nossa luta é nossa ferramenta contra a ofensiva patronal, para isso temos que ficarmos organizados e atentos dentro da fábrica.


VAMOS DIZER NÃO AO BANCO DE HORAS NA MUNDIAL!


Houve alguns comentários de supervisores que a direção da empresa estava falando na necessidade de implantação do Banco de Horas, nós trabalhadores da Mundial não vamos aceitar, vamos nos organizar e mais uma vez dizer não ao Banco de Horas, como já realizamos dentro da fábrica no final dos anos noventa.


Os metalúrgicos da Mundial têm tradição de luta e vamos continuar nossa organização independente da direção do Sindicato e o desejo dos Patrões.


FUNDIÇÃO BECKER


A Ferrabraz Becker demite todos contratados da agencia e no retorno das Férias Coletivas realizam reuniões com os funcionários, para dizerem que o futuro é incerto, isso significa que deveremos desde já começar nossa mobilização contra as demissões.
Não vamos ficar na defensiva, pois nessa crise a nossa melhor tática é nossa organização e mobilização, não podemos contar com a sorte ou mercado como falam os empresários, pois se dependermos disso podemos afirmar que teremos grandes problemas.




ENQUANTO ISSO NA BASE DE PORTO ALEGRE . . . .

Os metalúrgicos da base de POA sofreram um duro golpe no mês de Janeiro, por conta da crise dos capitalistas, a maior empresa metalúrgica da capital a GKN, começou uma onda de demissões e mais que depressa chamou o Sindicato para negociações e infelizmente a direção optou em negociar direitos do que realizarem mobilizações com os trabalhadores e definiram que não haverá mais expediente nas segundas feiras com reduções dos salários , ou seja, os trabalhadores irão reduzir a jornada com redução de 30% nos salários base.

E o pior é que o presidente da CUT estadual vai à imprensa dizer que apóia a decisão da diretoria do Sindicato, isso significa, que os trabalhadores mais do que nunca deverão se organizar por local de trabalho para pressionarem também suas entidades sindicais que andam representando os empresários.
_
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Este BLOG está a serviço da resistência sindical metalúrgica na cidade de Gravataí na Região Metropolitana de Porto Alegre.
    Aqui serão postados tópicos cujas origens serão a internet e, principalmente, textos e notícias publicadas no Jornal Operário local.
    Boa leitura e contribua com comentários, por favor, para ajudar a nos manter em nosso caminho: o da luta pela dignidade negada a Classe Trabalhadora no Brasil!
    Obrigado.

    ResponderExcluir

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.