segunda-feira, 20 de julho de 2009

A GM E A CRISE.

_


QUANDO OS GOVERNOS DÃO DINHEIRO PARA OS POBRES É ASSISTENCIALISMO E QUANDO DÃO PARA OS RICOS É INVESTIMENTO.



Companheiros mais uma vez os patrões mostram sua cara quando as crises do capital se apresentam com maior intensidade, agora a GM começa a desacelerar sua produção e ativando as férias coletivas em outras plantas.



Todos os companheiros sabem que a tal crise nada mais é que o fruto da exploração dos trabalhadores do mundo todo, feito através da estrutura de poder que está implantado em todos os continentes, a qual a GM não é vítima, mas parte essencial de tal estrutura, portanto, não temos que realizar o discurso de pacote para proteger multinacionais, pelo contrário, devemos exigir que a empresa com seus lucros exorbitantes do último período, garanta os empregos e todos os direitos dos trabalhadores, pois nunca se lucrou tanto nesse país, como as montadoras e os bancos na atual conjuntura.



É revoltante quando um metalúrgico lê no CORREIO DO POVO do dia 09 que o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí está preocupado com a crise que se aproxima e irá procurar a Governadora Yeda Crussius e os deputados para estudar um pacote em proteção ao ramo automotivo, com intuito de proteger o emprego no complexo Gravataí, isso significa, que a entidade que era para representa os trabalhadores está na verdade representando os patrões, pois só existe uma ferramenta que poderá interromper qualquer plano de demissões: que é a organização por local de trabalho, para intencionar as lutas dos trabalhadores da GM.



A GM lucrou bastante e poderá perfeitamente agüentar toda crise que ela também contribuiu em sua construção, então vamos à luta, contra a exploração e os ataques dos patrões.



_
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

Um comentário:

  1. Este BLOG está a serviço da resistência sindical metalúrgica na cidade de Gravataí na Região Metropolitana de Porto Alegre.
    Aqui serão postados tópicos cujas origens serão a internet e, principalmente, textos e notícias publicadas no Jornal Operário local.
    Boa leitura e contribua com comentários, por favor, para ajudar a nos manter em nosso caminho: o da luta pela dignidade negada a Classe Trabalhadora no Brasil!
    Obrigado.

    ResponderExcluir

Obrigado por contribuir com a sua denúncia.